FORMATAÇÃO DE REDES
FORMATAÇÃO DE REDES
Formação de um Plano de Negócio, com estudo de viabilidade e orientação estratégica no apoio em formatação de modelos sustentáveis de negócios em rede, tais como: unidades próprias, franquias, filiais, licenças ou outras formas de parceria.
EXPANSÃO DE FRANQUIAS
EXPANSÃO DE FRANQUIAS
Diagnóstico de oportunidades e planejamento detalhado da expansão com base em metodologias que garantem suporte e gerenciamento dos processos de crescimento e ocupação de mercado nacional, utilizando ferramentas e os melhores profissionais do mercado.
NOVOS NEGÓCIOS
NOVOS NEGÓCIOS
A elaboração e a gestão de um novo negócio é uma tarefa complexa e bastante distinta. Para alcançar o sucesso não basta ter apenas uma boa idéia na cabeça e um pouco de capital. É necessário, antes de tudo, análise de mercado, planejamento e estratégia empresarial.

Franquias

O que dizem nossos clientes

James Bortolini  - Sócio Proprietário TECHNOS ESCOLA
James Bortolini - Sócio Proprietário TECHNOS ESCOLA
O trabalho da Alfa consulting foi fundamental para que pudéssemos perceber a real necessidade da padronização de nossos processos. Temos sim uma empresa organizada e produtiva mas com a Alpha consulting conseguimos perceber que poderíamos fazer muito mais com menos trabalho e recursos otimizando processos com foco na eficiência e qualidade, é muito bom trabalhar ao lado de pessoas capacitadas, focadas e com uma visão externa do seu negócio. Com a Assessoria crescemos duas vezes mais do que na média dos últimos 5 anos. Sócio Proprietário - TECHNOS ESCOLA
Nadia Cristina Benitez  - Presidente Franqueadora Ginástica do Cérebro Franquias
Nadia Cristina Benitez - Presidente Franqueadora Ginástica do Cérebro Franquias
Trabalhar com a consultoria da Alfa Franquias foi muito importante para o alinhamento da empresa. Tivemos a certeza que o crescimento da marca está sempre atrelado aos bons parceiros que trabalham conosco. E a equipe do Dr. Faisal é realmente muito qualificada! Nadia Cristina Benitez - Presidente Franqueadora Ginástica do Cérebro Franquias
Ronaldo Amauri Araujo - CEO Yes Models
Ronaldo Amauri Araujo - CEO Yes Models
Conheci a Alfa Franquias há um ano, primeiramente um contato de troca de experiências e novas ideias, em seguida, iniciamos o trabalho da formatação de um sonho, sonho este que foi potencializado e oportunizado pelos grandes profissionais que esta empresa tem, liderada pelo Faisal, ao longo deste período me senti cada vez mais seguro e com uma visão mais clara do potencial de meu negócio que nem eu mesmo tinha. Hoje, agradeço muito a toda esta equipe de profissionais maravilhosos, que mesmo nas minhas incertezas, sempre estiveram prontos a discutir em alto nível as soluções e novos insights, passando segurança e profissionalismo acima de tudo. Ronaldo Amauri Araujo - CEO Yes Models

Últimas notícias

Ver mais
Marco Regulatório da Franquia traz novidades Marco Regulatório da Franquia traz novidades
Segundo portal: https://www.negocioefranquia.com/nova-lei-da-franquia

Marco Regulatório do Franchising amplia a atuação do setor de franquias e traz novidades

Essa semana o setor de franquias teve um grande avanço. No último dia 6 de novembro foi aprovado no senado o marco regulatório da franquia. Agora, o projeto de lei vai à sanção presidencial, que tem 15 dias para ocorrer, e entra em vigor 90 dias após sua publicação no diário oficial.

A lei 8955 foi assinada pelo então presidente Itamar Franco em 1994 e já se passaram 25 anos sem alterações. As mudanças trazem clareza de entendimento entre as partes.

Dentro deste marco da franquia, ficou mais claro e transparente o afastamento do vínculo empregatício entre franqueador e franqueados e entre franqueadora e empregados dos franqueados.

Outro ponto importante está com a não aplicação do código de defesa de consumidor, já que não existe relação de consumo entre as partes.

Setor público e sociedade de economia mista

A grande novidade está com a inclusão de entidades públicas e suas licitações no sistema de franquias. A nova legislação autoriza empresas públicas e sociedades de economia mista a adotarem o sistema de franquia. Neste caso, a circular de oferta será divulgada no início do processo de licitação.

As mudanças chegam para atender demandas de setores importantes. A partir de agora, com o marco regulatório da franquia, poderão atuar no segmento de franquias entidades sem fins lucrativos, que adotam o sistema há muitos anos, com a padronização, mas não tinham segurança jurídica sobre a sua aplicabilidade.

Um exemplo da importância desta alteração na legislação está a possibilidade de inclusão de associações de proteção veicular. Elas poderão, por exemplo, atuar de forma assertiva dentro do modelo de negócios.

A circular de oferta de franquia permanece sendo o grande destaque da lei e este documento que vai garantir todos os direitos e deveres do franqueador e do franqueado. Cabe ressaltar que todas as franquias deverão em pouco tempo alterar os documentos para adequar a nova legislação. Ter empresas especialistas no segmento será a maneira mais ágil de adequar-se.

O que muda com o Marco Regulatório da Franquia?

  • Ausência de relação de consumo entre franqueador e franqueado;
  • Ausência de vínculo empregatício seja em relação ao franqueado ou a seus empregados, ainda que em período de treinamento;
  • Regulamentação da franquia pública;
  • Possibilidade de sublocação do ponto comercial pelo franqueador ao franqueado;
  • Punição por omissão ou veiculação de informações falsas na cof;
  • Validade da eleição do juízo arbitral pelas partes.

Fonte: Portal https://www.negocioefranquia.com/nova-lei-da-franquia


História do Franchising no Brasil História do Franchising no Brasil
História do Franchising no Brasil

No Brasil, o sistema só começou a ser utilizado na década de 1960 com o surgimento das escolas de idiomas Yazigi e CCAA. Naquela época, o negócio ainda não era tão bem estruturado como é hoje, e se baseava muito mais na transferência de know-how através do material didático.

Na década de 1970, o modelo de franchising ficou mais organizado e marcas de segmentos diversos começam a adotá-lo como estratégias de expansão. Exemplos são Boticário, Ellus, Água de Cheiro etc. No mesmo período também desembarcaram por aqui algumas marcas americanas como McDonalds, com um trabalho forte de internacionalização. As redes de varejo nas áreas de confecções, acessórios e cosméticos começaram a empregar o franchising principalmente com o desenvolvimento de shopping centers e o fortalecimento da interiorização do país. Atualmente? do faturamento dos shoppings são provenientes de redes de franquias.
Entretanto, foi na década de 1980 que o movimento do franchising realmente ganhou força no país, com um boom de empresas adotando o sistema. Para organizar a atividade, surge, em 1987, a Associação Brasileira de Franchising (ABF). Com a criação da ABF, o setor pôde amadurecer, o que levou, mais tarde, à publicação da lei nº 8.955/1994, que dispõe sobre o contrato de franchising e dá outras providências.
Com a aprovação da lei, o franchising teve uma adesão ainda maior no Brasil, pois a partir disso os empreendedores se sentiram mais seguros para investir nesse modelo de negócio. Assim, na década de 1990, há um crescimento considerável do setor, com o aprimoramento das técnicas de gestão, de repasse de conhecimento e de organização do franchising. Nesse período, começam a se destacar no mundo dos negócios as franquias de serviços, com franqueados cada vez mais exigentes e informados. Essa profissionalização das pessoas envolvidas com o modelo de franchising ocorreu muito por conta da chegada da internet e da aceleração do movimento de globalização.

Franchising brasileiro hoje

A partir da década de 2000, o modelo de franchising continuou a crescer no Brasil. Segundo dados da ABF, de 2014 para 2015 o setor de franquias brasileiro faturou 8,3% a mais, com um crescimento contínuo desde 2011. No mesmo intervalo de tempo também cresceu o número de unidades franqueadoras (+4,5%), o número de unidades de franquias (+10,1%) e o número de empregos diretos gerados pelo setor (+8,5%) . Ou seja, o franchising brasileiro ainda está em momento de expansão e crescimento e muitos capítulos de sucesso ainda serão escritos na história do setor.
O que se pode observar hoje é um movimento de internacionalização do franchising brasileiro, com marcas de franquias espalhadas por 60 países. Em 2015, segundo a ABF, eram 135 redes brasileiras com presença no exterior (110 com unidades e 24 exportadoras). Em 2014, eram 106 marcas (96 com unidades e 10 com exportação).
Segundo os especialistas, hoje o franchising vive sua 4º Geração, conhecida como a era do Learning Network (Rede do Aprendizado Contínuo). Nesse momento, vemos cada vez mais todos os membros da rede participando ativamente dos rumos da empresa franqueadora, auxiliando nas decisões estratégicas. Em um mundo repleto de novas tecnologias, a velocidade e a quantidade de informações são muito maiores e o repasse de know-how pode ser feito de diversas maneiras, por meio de sistemas integrados como o da Central do Franqueado. No contexto contemporâneo, é a rede (muitas vezes virtual) entre franqueados e franqueadores que vem tornando o modelo de franchising ainda mais forte.

De olho nas tendências, Banneg oferece diversidade de produtos e parceiros aos franqueados. De olho nas tendências, Banneg oferece diversidade de produtos e parceiros aos franqueados.

Segundo o site Portal do Franchising:

Prestes a completar 11 anos no mercado como banco de negócios, o Banneg tem como objetivo apresentar as melhores soluções financeiras, tanto para os franqueados, quanto para o público final.

De olho na mudança da economia e dos hábitos de consumo, a rede de franquias conta com a possibilidade de financiamento de placas solares.

De acordo com Odair Bellentani, diretor comercial do Banneg, é função da franqueadora antecipar tendências, como o financiamento de placas solares.

Absolar (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica) acredita que os negócios de energia solar devem movimentar mais de R$ 5 bilhões em 2019.

“As fontes de energia renováveis são uma tendência global, não apenas por proporcionar economia aos consumidores e valorizar seus empreendimentos imobiliários, mas especialmente por favorecer a preservação do meio ambiente, ao reduzir a dependência de grandes usinas hidrelétricas e térmicas”, explica Bellentani .

Com a franquia do Banneg, o investidor consegue contribuir com o aquecimento econômico do setor e faturar.

O projeto de instalação das placas é de responsabilidade da EcoPower, empresa parceira homologada da rede, que já tem milhares de projetos espalhados por todo território nacional.

É possível financiar o valor total dos projetos para casas, prédios residenciais e comerciais, indústrias e propriedades rurais em até 60 meses.

Além da execução do projeto e financiamento de placas solares, o Banneg ainda disponibiliza aos franqueados, uma grande variedade de produtos financeiros para oferecer aos clientes, como créditos pessoal e consignado, consórcios, financiamentos (carro, moto e casa) e até mesmo maquininha de cartão, a PayGo.

A rede de franquias de serviços financeiros foi fundada em 2008 e entrou para o franchising em 2017.

Hoje, possui 132 unidades em operação em todo o Brasil.

O lucro inicial mensal de uma unidade está em R$ 17 mil reais.

FONTE: https://www.portaldofranchising.com.br/franquias/banneg-oferece-produtos-aos-franqueados/
Franquia de idiomas: rede cresce mais de 380% em dois anos. Franquia de idiomas: rede cresce mais de 380% em dois anos.
Segundo o site Portal do Franchising:

As franquias de idiomas estão com tudo!

Muitas redes estão crescendo, pois oferecem um serviço com uma grande demanda pelo país.

Ter um curso de idiomas no currículo pode ser um grande diferencial, uma vez que com a globalização as empresas precisam cada vez mais dessa habilidade.

De acordo com uma pesquisa da Catho, apenas 5% dos brasileiros falam um segundo idioma! Ou seja, ainda há um grande potencial para crescimento das escolas de idiomas no país.

No mundo do franchising, as franquias de educação são parte de um segmento já consolidado e bastante expressivo.

De acordo com dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF), ao longo de 2018 o segmento faturou R$ 11,4 bilhões.

KNN Idiomas é um exemplo de franquia que está aproveitando a boa onda das franquias de educação.

Em dois anos, a rede cresceu 380% e já se posiciona entre as cinco maiores do segmento do franchising.

O segredo? Simples: as boas oportunidades que a rede oferece para os seus franqueados, alinhadas com as estratégias que ajudam o aluno a aprender ainda mais.

“Foram justamente nos momentos mais delicados em que mais crescemos. Isso ocorreu pois conseguimos desenvolver estratégias e criar oportunidades tanto com o franqueado quanto com o cliente final”, ressalta Reginaldo Boeira, CEO da KNN Idiomas.

A história da KNN Idiomas começou há mais de 15 anos, mas somente em 2015 a rede iniciou o seu plano de expansão por meio de franquias e hoje conta com 350 unidades, que atendem mais de 100 mil alunos em 15 estados mais o Distrito Federal.

Idiomas com tudo

As franquias de idiomas fazem parte de um segmento bastante tradicional no franchising.

Um estudo da Associação Brasileira de Franchising mostra que muitas delas têm implementado metodologias que atendam as demandas da sociedade.

A KNN Idiomas, por exemplo, conta com uma metodologia que é focada nos interesses dos alunos, respeita a individualidade e a maneira como cada pessoa assimila um novo idioma.

“O aluno se sente parte importante da aula e não apenas mais um”, ressalta o CEO da rede.

Para que a franquia seja um sucesso, no entanto, a rede oferece condições diferenciadas para os franqueados.

Um exemplo é a isenção da taxa de royalties.

“Nossa política é baseada no ganha-ganha. Isso significa que 100% do que a escola fatura com mensalidade fica para a escola; o único vínculo do investidor com a franqueadora se dá por meio do material didático”, explica Reginaldo.

Recentemente, a franquia de idiomas foi destaque na premiação Melhores Franquias do Brasil, da revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios, da Editora Globo, na qual recebeu o selo cinco estrelas após pesquisa realizada junto aos franqueados.

FONTE: https://www.portaldofranchising.com.br/franquias/franquia-de-idiomas-knn/

Vídeos em Destaque

Ver mais
Papo de Franquias - Importância do Relacionamento com Franqueados
Papo de Franquias - Panorama jurídico do franchising
TORNE SUA MARCA UMA REDE DE FRANQUIAS
Faça sua empresa crescer, torne-a conhecida.